quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Simplicidade


Sabe, meu amigo leitor, ou, minha amiga leitora, há aqueles que contam mentiras. Há aqueles que contam verdades. Há aqueles que contam acasos, outros, que contam sonhos. Há quem conte números, ou, que contem os minutos para que uma aula chata acabe. Eu, conto histórias. Sei que você estava esperando um post melhor, como os que escrevia ano passado, mas o começo de um período de 365 dias deixa qualquer um em ponto morto. Então, esse será mais um post de desabafo, o próximo, prometo, será melhor.
Eu, conto histórias, histórias que eu possa chamar reais, histórias minhas, suas, do mendigo da rua, histórias verossímeis. Eu simplesmente, cansei de inventar mentiras, ilusões, cavaleiros, princesas, heróis heróicos, mulheres puras, anjos de crianças, etc etc etc. Cansei.
Prefiro...prefiro...prefiro humanidade. Prefiro carne, prefiro dor, solidão, desilusão e tristeza, não existe felicidade, prefiro cansaço, prefiro fome, prefiro pobreza, os ricos não prestam, prefiro sujeira, mundo é sujo, o esgoto é sujo, sua casa é suja, prefiro prostitutas, prefiro morte, prefiro terror, prefiro loucura, prefiro bruxas, as fadas morreram, prefiro canalhas, não existe homem perfeito, não existe príncipe, nem cavalo branco. Prefiro suícidio, não há salvação, não há escolha, não há destino, só o inevitável.
Prefiro...prefiro...prefiro o que há em nós, em mim, em você. Somos sujos, somos nus, somos cegos, somos assassinos. Somos seres da sexta-feira 13, somos bandidos, somos covardes.
Somos...somos humanos.
E escrevo a humanidade, uma Ode à humanidade.
Eu conto histórias, e você?
abraços libertários

6 pessoas leram!:

Juliana Sobreira disse...

Sera que a minha opnião realmente vai fazer alguma diferença?

Eu tambem prefiro historias de humanidade, dor, sofrimento, prostitutas, pessoas que não tem vesicula, prefiro a realidade, nua e crua, do jeitinho que ela é.

Mas isso tudo quando é mostrado para pessoas que não estão preparadas pra ver, choca, e muito.

Alguns ainda acreditam que existe o cavalo branco com o principe perfeito e donzelas mais puras que a agua cristalina
da fonte mais limpa.

Acreditam por ingenuidade e por conveniencia.

Há tambem as pessoas que vivem desse jeito meio duro, sofrido , sujo, sem amor.

Esse tipo de pessoa prefere acreditar em felicidade, amor, alegria, heróis heróicos, mulheres puras e etc. pq são essas historias que fazem elas esquecer a vida dura que tem.

Sera que não é melhor deixar do jeito que ta?

Cada um procura saber sobre o que quer acreditar.

Sera que nós tambem não precisamos das historias que terminam em "e viveram felizes para sempre" para enxergar o lado sujo da vida?

Com essa pergunta que deixo você pensar, e quero uma resposta depois.

De preferencia uma imparcial, se você conseguir

Marina disse...

Ninguém acredita mais em contos de fadas. Até as próprias crianças riem delas. A gente olha pro mundo e não visualiza nada do que nos contaram quando éramos crédulos e sonhadores.

Gosto do mundo escrito, mas raramente o escrevo, pois ainda sou uma sonhadora. Minhas histórias são, às vezes, não tão verossímeis. Sonhar é acreditar, ou ter esperança. Ou, pelo menos, descansar dessa suja realidade que nos cerca. Porque eu cansei.

HenriqueM disse...

Eu prefiro quando tu escreves coisas bem mórbidas assim. Prefiro.

Juliana Oliveira disse...

-É claro que lembro de vc...uns dos blogs mais queridos que acompanho e fico feliz com esse post, essa sensação de que não penso de maneira tão único, que tem outros passando pelos mesmos problemas que eu
continue assim rapaz-

Fernanda Turino disse...

Eu prefireria ser bem alienada. pode soar escroto, mas soa também feliz.
E eu adoro contar histórias, mas na maioria das vezes eu gosto de contar histórias pouco verossímeis. É parte da minha veia bobona e também da minha mania de aumentar. Uma simples barata na janela, viria uma odisséia do parapeito para mim. rs.
Eu tava sumida mesmo, mas é que você não atualizava mais.

Abraços pouco verossímeis, mas muito convincentes (não duvide do meu poder de convencimento, rs)

Dry Neres disse...

'as fadas morreram'...

'Simplesmente' perfeito...
Tô encantada...
Um beijo.