sexta-feira, 16 de abril de 2010

Faculdade

Saudações deste canto da privada à todos vocês nesta madrugada. Pode não parecer, mas a insônia é produtiva. Pois bem, esse é o meu primeiro post como universitário. To cursando ciências biológicas na federal. (Mó moral né?). Acho que todos sentem o baque entre o final da sua adolescência e o começo da vida adulta a começar com o fim do meu RioCard (pra quem não conhece é um cartão que permite q vc pegue os ônibus de graça) e pela carteira que continua vazia.
Tenho nem um mês de aulas e já vi coisas bizarras que mais me fazem rir do que assustar (ao contrário de outros colegas meus) e me sentir em casa. Depois de 7 anos em colégio público, tu aprende a lidar melhor com as coisas.
No 1º dia eis que se levanta uma manifestação de palhaços no meio dos calouros para reivindicar por suas vidas, já que o prédio deles (onde eu tenho algumas aulas) qualquer hora cai.
Aulas são canceladas e professores não aparecem durante o resto da semana por motivos n. Teve minha tentativa inútil de conseguir um barquinho e tentar chegar à faculdade, mas a força da chuva e dos rios que se formaram ao redor do meu prédio foram maiores.
No laboratório quebrei uma lâmina do microscópio pq não ouvi a monitora (Crianças não façam isso em casa) e depois acabei jurado de morte por 2 veteranos só porque zuei na apresentação.
Outros fatos aconteceram, mas eu não lembro. Tanto tardei para escrever que o material sumiu da minha mente.... ou é porque são 2 da manhã e morrendo d cansaço. Mas o melhor é o trote. Nada como pedir dinheiro pintado ridiculamente! e descobrir que os gringos em Copacabana são pão-duros não tem preço!
Seja como for gostei de lá. Sem falar que estudar vendo o bondinho do pão-de-açucar recompensa também.
É um post bem morno e pessoal. Mas como tava há tempos sem cuspir nada aqui, serve alguma coisa. Próxima vez trago algo mais cabeça ou não ou qualquer coisa que me dê na telha. Se quiserem sugerir estejam a vontade.

Abraços Libertários