domingo, 26 de fevereiro de 2012

Au revoir

e agora que já passou da meia noite e vivi 2 vezes a mesma hora deste sábado, o que sobra pois? Nada deste horário de verão que esquecerei feliz durante o ano que o dia dura demais... quanto mais demora a escurecer, mais demoro a me reconhecer. Gosto da noite, do seu clima, do seu cheiro, do seu gosto... das luzes vacilantes, do sereno a inundar a escuridão e de toda essa forma que o silêncio toma forma e se esvai no meu peito

0 pessoas leram!: